FAVORITOS: Boku Dake ga Inai Machi (Erased)

Categorias: Animes e Mangás, Favoritos

Sabe aquele anime que você começa a assistir por simples curiosidade e marca a sua vida? Foi minha história com Boku Dake Ga Inai Machi (僕だけがいない街) ou Erased.

O anime é baseado no mangá de mesmo nome escrito por Sanbe Kei e publicado entre 2012 e 2016.  A versão animada foi lançada pelo estudio A-1 Pictures em 2016. Também em 2016 o mangá ganhou um live-action dirigido por Yūichirō Hirakawa.

A história gira em torno de Fujinuma Satoru, um mangaka frustrado com uma habilidade especial: ele involuntariamente prevê mortes e acontecimentos ruins, voltando no tempo para algum momento antes de tudo acontecer. A essa habilidade ele  dá o nome de Revival.

Mas é quando ele se vê envolvido num crime e condenado por assassinato que ele tem o maior revival da sua vida: ele volta 18 anos no tempo, para sua época de colégio onde aconteceram uma série de sequestros e assassinatos de crianças não solucionados. Ele então entende que tudo o que aconteceu na sua vida está ligado a esses assassinatos e, que se ele quiser se salvar e salvar as pessoas importantes para ele, terá que descobrir a verdade por trás desse mistério.

O anime tem uma missão muito difícil: conseguir conciliar os momentos de foco na infância e amizades de Satoru com o enredo pesado dos crimes que eles tentam resolver. Mas ele consegue fazer isso de uma maneira ótima, de um jeito que a transição entre elas é feita de maneira natural.

Dá para perceber a dificuldade de Satoru se portar como um menino de 12 anos mantendo a mente de 30. Os momentos onde ele se perde entre um e outro são muito engraçados e verídicos e você se sente alternando entre seus eus adulto e criança juntamente com ele.

Na realidade, você consegue oscilar junto com a história em todo o decorrer do anime. Ele te prende de uma maneira que você ri, torce, teme e sofre junto com os personagens.

Gostaria de reservar um momento para falar sobre as personagens femininas. Mais pra frente farei um post falando sobre a problemática de personagens femininas em animes e o perfil da mulher, mas por enquanto eu queria apenas ressaltar a profundidade e o detalhamento que o autor dá a cada uma das personagens, que são totalmente diferentes entre si e ao mesmo tempo conseguem demostrar de alguma forma sua força. Desde a pequena Kayo até a senhora Sachiko, mãe de Satoru.

Se não bastasse o tudo, o anime conta com uma trilha sonora e fotografia completamente apaixonante. Músicas que abraçam a história e completam a experiência do anime. A abertura é “Re:Re:” do Asian Kung-Fu Generation e o encerramento “Sore wa chiisana hikari no youna” da Sayuri. Essa última é uma das minhas músicas favoritas da vida ♥.

Boku Dake Ga Inai Machi é uma história sobre a vida e os laços que criamos nela. Sobre como olhar para quem está perto de nós de uma maneira especial. E é uma história que todos deveriam conhecer.

Episódios: 12
Gêneros: Mistério, Psicológico, Seinen, Sobrenatural
Duração do episódio: 23 min.
Rating: R-17+

, , , , .
21 de julho de 2017, por Marisa Killer

Marisa Killer Futura engenheira civil, anime freak, apaixonada por livros, desenhar e com gosto especial por coisas estranhas.

Curta no Facebook

Colaboradores

Cathy Entusiasta em tempo integral, mestranda em engenharia biomédica quando dá e com gosto especial por perturbar a Marisa.
混乱の皇后に俺はなる! (๑>◡<๑)